23 de jan de 2012

As Guerras de Copyright

A coisa está cada vez mais apavorante.

Imagem presente no site do megaupload.com
Se as empresas que aprenderam a ganhar dinheiro através da internet estão mobilizando, através de propaganda em massa, pessoas de todas as idades e de todas as regiões do mundo para lutar pelo direito de ter uma rede livre, e se através de uma internet livre é que foi possível movimentar os ativistas de vários países do Oriente Médio para lutar pela sua "liberdade" (ou por o que quer que eles realmente queiram), ao mesmo tempo, cada vez mais eu temo pelo que será do futuro da internet.

A opinião pública é unânime: quem é que seria contra a internet do jeito que ela é atualmente? Alguém é contra a pirataria desenfreada que corre à solta na internet nos sites de compartilhamento? Se o é, sofre de algum necessidade de realização de justiça alheia e, na minha opinião, tem problemas com a realidade.

Milhões e milhões (e eu arriscaria a dizer bilhões) de pessoas estão pouco se lixando se o episódio de Futurama que passou há 10 anos ainda está coberto por leis de direitos autorais. E provavelmente nunca nem mesmo comprariam um DVD oficial do Futurama se lhes não fosse permitido assistir de graça pela internet. Eu não consigo enxergar como essa poderia ser uma "venda perdida", como as grandes empresas detentoras dos direitos autorais gostam de dizer.

Nos últimos dias, com o objetivo de derrubar uma lei que beneficia as grandes detentoras dos direitos autorais (a SOPA/PIPA), vários sites, como o Google, o 9gag, o LolCats, FailBlog, Wikipedia, Reddit, Know Your Meme, Quick Meme, entre outros, se retiraram do ar (ou colocaram avisos sobre o assunto) numa tentativa de conscientização de o quanto a lei seria capaz de retirar a liberdade na rede. O SOPA/PIPA permitiria a censura de sites que potencialmente pudessem liberar conteúdo pirata na internet. É o Algoritmo do Banqueiro voltado para a internet.

Enquanto grandes empresas tentam a todo o custo diminuir a produção de conteúdo de qualidade e meter goela abaixo somente os seus próprios enlatados sem graça, a gente vê exemplos de produtores independentes dando um show de sofisticação e modernidade, dizendo que "se não pode comprar agora, então pirateia mesmo":

"Pirateie." já disse o criador do MineCraft
Terminado todo o alarde sobre o SOPA e sobre o PIPA, ontem mesmo ouvi falar de um tal de "ACTA", um acordo sobre patentes que seria capaz de impedir inclusive a compra de remédios "piratas" (ou seja, construídos sobre a quebra de alguma patente). PUTA QUE PARIU! Quando é que os governos vão parar de incentivar as grandes empresas e começar a pensar no povo? (eu não conheço ainda o tal do acta, mas duvido que ele não se torne bastante "popular" nos próximos tempos, se ele fizer o que disseram que ele faria no video a que eu assisti)

Por fim, devo logo assistir à seguinte palestra, do fim do ano passado:



Creio que o assunto esteja relacionado a essa guerra, que está recém começando e que logo causará um grande número de movimentações pelo mundo todo em prol da liberdade na internet. Vários sites de compartilhamento de arquivos já estão fechados ou sob restrições no funcionamento. A coisa apertou, e se eu tivesse que julgar, as revoluções no Oriente Médio foram só as primeiras.


(é nessas horas que a gente vê que o LulzSecurity e o Anonymous são na verdade os nossos melhores amigos na luta em prol da liberdade)

R$

Nenhum comentário:

Postar um comentário