20 de ago de 2010

Treinamento de ouvido absoluto

Esses dias, fui jantar no RU do centro relativamente cedo, crente de que, por ser cedo, não encontraria ninguém pra almoçar comigo. Estava errado: tendo sentado perto dos bufetes (sim, essa palavra tem tradução pro português, tal como xampu e outras atrocidades da língua portuguesa), logo me apareceu o Daniel, um amigo da engenharia de produção.

Ele é o tipo de pessoa carismática que conhece MUITA gente. Por causa disso, logo apareceu alguém que ele conhecia - e eu não - pra sentar junto e conversar com ele (eu não tinha muito o que conversar até que o cara aparecesse, então, de certa forma, admito que dei graças a Deus).

Por acaso, a pessoa começou a falar de música. Gosto do assunto, mas o Daniel é tri sabidão do assunto e preferi ficar só ouvindo o que íam conversar. De repente, o amigo do Daniel (seu nome é Natanael - o que, praticamente, evidencia a sua crença, ou, ao menos, a de sua família ^o) ) disse algo sobre que me interessei significativamente: um "treinamento de ouvido absoluto". Disse ele que encontrou um site onde havia um modo de exercitar o ouvido de forma a torná-lo absoluto. Desconfiei - e, sinceramente, seriamente, não vejo muito motivo pra se preocupar em "ter ouvido absoluto", já que a idéia de "ouvido relativo" pra mim, aĺém de fazer MUITO mais sentido, me parece muito mais útil (uma hora explico meus motivos: sei que, num primeiro momento, todos prefeririam o absoluto) -, mas, como ele passou o endereço do site para o Daniel, guardei "na mente" o nome também.

Sinceramente, creio que o pessoal do marketing do site tem muito a aprender: não consigo enxergar a relação entre o site e o seu nome, mas, quem sou eu pra julgar?!?! De qualquer forma, digo-o de uma vez: PROLOBE O.o.

A essa altura, o leitor provavelmente já deve estar se perguntando: por que essa maldita imagem psicodélica aqui ao lado?!?! O motivo é que o site fala sobre uns tais de Pitch Chromas (cores das notas, em tradução livre). A ideia é mais ou menos a seguinte: "se conseguimos distinguir perfeitamente as cores com os olhos, por que não, da mesma forma, distinguir as notas com os ouvidos?!?!". Pensei no assunto e, tendo imaginado qual seria o resultado ao tentar distinguir uma música cheia de notas tocadas em harmonia e o "diabo a quatro" (roubei essa expressão da Ana Paula =D), lembrei da imagem (ela foi papel de parede do computador lá de casa durante um bom tempo). Creio que, se fôssemos tentar distinguir a música com os olhos, ela seria algo bem parecido O.o.

Bom... enfim... eu não sei se vai dar certo o tal do "treinamento", mas acho que não custa nada tentar. De qualquer forma, acho que não vai ser tão cedo: tenho planos e acho que ter o ouvido absoluto ainda não é algo tão importante pra manutenção da minha sanidade intelectual no momento.

Mesmo assim, "fikdik" =D

Eras isso...

R$

Um comentário:

  1. Gostei muito da sua pessoa e do seu senso de humor,no duro...valeu por dividir seus conhecimentos.

    ResponderExcluir