22 de mai de 2010

Campo Minado

Ultimamente, um jogo me tem atrapalhado a vida. Mais do que foi o Super Mario Bros. 3, quando eu era criança - naquele tempo os jogos não me atrapalhavam em nada -, mais do que o Final Fantasy 5, no ano passado - droga, no fim nem terminei o jogo -, mais do que o Kingdom Hearts - esse não me deixava dormir pensando no que viria depois daquela parte que eu tinha jogado "hoje" -, esse jogo está presente em todos os computadores, é acessível a um número de cliques infinitamente pequeno e surge como atrativo especial para qualquer 2 minutos que eu tenha de tempo "livre": o Campo Minado.

O problema é que, apesar de o tempo livre parecer suficiente pra jogar Campo Minado (parece um jogo tão inocente), eu sempre acabo me passando. Um exemplo é agora: já são 2h22 da manhã (que número legal =D), e eu estava jogando isso D=. Quando mando instalar alguma coisa através de alguma ferramenta "synaptic" aqui no Ubuntu, o que que é que eu faço enquanto espero?!?! Quando eu mando compilar algum programa relativamente grande ou mesmo quando eu estou cansado das coisas que esteja fazendo no momento (quando tem trabalho de ORGB pra entregar no dia posterior é um bom exemplo), a melhor forma de relaxar é jogando um pouco de Campo Minado.

Agora agora acabei de bater meu recorde. Estava normalmente terminando o jogo na faixa dos 3 minutos, o que considero um tempo bom (infelizmente, no Ubuntu a contagem do tempo se preocupa com os minutos, mas o jogador de Windows deve considerar 180 segundos =D). Jogando, agora, fiz uma partida com 3 minutos e meio cravadinho (210 segundos), no que, tendo ficado com raiva (fala sério, isso é um retrocesso absurdo!!!), resolvi jogar denovo, tendo conseguido ganhar uma partida em 2 minutos e 41 segundos (161 segundos!!! \o/ \o/ \o/). Até agora, certamente essa é a minha marca, mas considero que eu deva melhorar: ainda perco algum tempo quando vejo os números 5 e 6, já que eles não são muito freqüentes e eu sou obrigado a contar quantas bombas já encontrei na volta deles. Em compensação, acho que já posso dizer o que os caras bons do campo minado que conheci (Jaque Lepkoski e o meu irmão Thiago) me disseram logo que falaram do jogo pela primeira vez pra mim: "Eu sou especialista no Campo Minado =D =D".

O que mais me deixa absurdado [tá tá, neologismo meu. Vocês entenderam o sentido] é que há pouco mais de dois anos [atrás] eu consideraria uma pessoa jogar esse jogo uma falta de boa vontade pra viver (sei lá... tentei não repetir a palavra absurdo, mas não consegui um resultado muito bom D=). Quando soube que o meu irmão jogava, o crucifiquei, condenando-o, reclamando "como é que tu consegue jogar um jogo desses!?!?!?!?". Ele me mostrou a sua tremenda habilidade no jogo (sério, ele é tri bom!!!) e eu fiquei abismado. Pedi a ele que me dissesse o que que é que ele faz pra tirar conclusões tão rápidas e ele me explicou algumas coisas no que criei um "algoritmo mental" que me ajuda hoje a resolver problemas quando encontro números muito grandes reduzindo-os a números menores (basicamente, eu resolvo o jogo com base em indução =D). Como ele era infinitamente melhor do que eu (na primeira vez em que joguei e terminei, demorei mais do que 999 segundos. Com o tempo fui melhorando, estagnando durante um tempo na faixa dos 300 a 360 segundos, por aí), resolvi que tinha de jogar. Não queria que ele fosse melhor do que eu D=. E acho que estou quase conseguindo =D =D se é que já não consegui =D~~.

O engraçado é que não foi por querer: durante um tempo eu tinha algumas coisas pra fazer que me geravam tempo livre, como compilar, recompilar, recompilar denovo, etc. Como isso era chato de esperar, resolvi pegar algum joguinho pra jogar, no que encontrei esse.

Infelizmente, ainda encontro gente "preconceituosa" que me xinga quando me vê jogando esse jogo D= D= (credo, tá parecendo que falo isso como se estivesse admitindo homossexualismo ou pedofilia, ou mesmo que eu matasse crianças em sacrifício a algum ser do mal, ou qualquer outra barbaridade ------- sim, no caso de algum homossexual vir me reclamar, eu estou sim igualando o homossexualismo aos outros dois atos ali citados), mas creio que isso não vá mudar: poucos são os que realmente se divertiriam clicando em quadradinhos como eu =D

Bom... tá... era isso... preciso dormir que amanhã tem prova de alemão...

R$

(bom... aí abaixo vai um screenshot do meu joguinho com a pontuação. Como eu não sei usar o GIMP pra cortar a parte de fora da janela, vocês vão ter de clicar na imagem pra ver tudo =D)

Nenhum comentário:

Postar um comentário