13 de jun de 2010

Kingdom Hearts

Essa semana foi produtiva. Apesar de eu ter tido dois trabalhos pra entregar e uma prova em que, creio, nem fui tão bem quanto pretendia, tenho de admitir que a semana rendeu. O trabalho de TCP - o que mais estava me preocupando - teve uma apresentação tranqüila onde tive a impressão de a professora, apesar de ter percebido que ainda não tínhamos um programa muito completo, ter gostado do estado em que as coisas se encontram. De qualquer forma, essa não é a parte mais importante. Explico...

Há uns dois meses comecei a jogar um jogo que tenho considerado uma das melhores escolhas que fiz nos últimos tempos. O Junior, com quem moro, tinha baixado Kingdom Hearts II e gravado em um DVD o qual, por algum motivo maligno, simplesmente não era lido pelo meu Play2. Conversei com meus colegas nerds (espero que não entendam isso como um xingamento O.o) sobre o tema e, depois de algumas suposições de que o meu leitor tava estragando (pra não dizer já estragado), eles me sugeriram que comprasse uma mídia Philips pra testar. Comprei um DVD+R Philips que simplesmente não funcionou. Fiquei estressado e amedrontado - fala sério, paguei caro pelo Play pra ele resolver dar pau assim, do nada, enquanto o do meu irmão mais novo tem anos e nada de problema -, mas resolvi que tentaria com um DVD-R (é que o meu colega nerd tinha me falado em usar DVD+R, porque, na opinião dele, seria melhor. Não consegui D=), o que simplesmente resolveu o problema.

Não vou me preocupar com se outros DVDs vão ou não vão funcionar: o que importa é que ao menos com os DVD-R da Philips, por enquanto, não tive problema nenhum \o/.

Voltando ao assunto, peguei o Kingdom Hearts II com o Junior, gravei, comecei a jogar, e não consegui parar: joguei 5h direto, sem parar, tendo achado a história simplesmente maravilhosaa - e extremamente complexa. Com isso, resolvi que era necessidade imediata baixar e jogar o primeiro jogo da série antes de poder ir para esse, se não nada se esclareceria. Na mesma madrugada eu deixei baixando o jogo por torrent e na manhã seguinte o gravei num outro DVD-R que tinha comprado (comprei 3, o outro ainda devo usar pra gravar o Guitar Hero 3 pro irmão da minha cunhada, coisa que ele me pediu faz uma era D=) junto com aquele primeiro.

Comecei a jogar em um tempo bom da faculdade: ainda não estava tendo muitos trabalhos. A primeira semana foi ótima. Concluí bastante tempo de jogo em poucos dias. Mas quando completei 20 horas de jogo, a coisa ficou complicada. Estava atolado e não conseguia progredir. Muitas provas, trabalhos, datas, timelines (na real, só provas e trabalhos. Mas a verdade é que escrever essas duas últimas palavras ali, creio, deu um ar mais aturdido pra coisa). Felizmente, a última prova mais urgente ocorreu na última quinta-feira, dia anterior ao início da copa. Com isso, pude jogar bastante na terça-feira (sim, em vez de estudar pra prova e/ou tentar entregar trabalho, não resisti e, depois de duas semanas de jejum, tive de dar uma jogadinha), na quinta e na sexta. Completei quase 10 horas de jogo nesses últimos dias \o/

Enfim... eu sei que ainda estou bem longe do fim do jogo, mas não consigo nem ao menos disfarçar a alegria que me traz pensar em Kingdom Hearts. Estou crente de que vai ser um daqueles jogos que eu vou acompanhar até não ter mais o que fazer. Possivelmente enfim eu tenha encontrado um jogo a que valha a pena acompanhar. Juro que já tinha tentado com outros: tentei WarCraft - sério, o jogo é muito tri, mas jogar os antigos pra conhecer a história é severamente deprimente D= -, tentei Guitar Hero - esse ficou ruim depois que cortaram o controle dos devices utilizáveis pra jogar D= -, ou mesmo Final Fantasy - tem tanto jogo que eu teria de me ater a somente alguns poucos pra poder conseguir acompanhar alguma coisa D=. Cheguei a pensar em jogar os "The Elders Scrolls", mas eu acho o sistema do Morrowind e do Oblivion, apesar de muito legal, extremamente cansativo e, depois de poucas horas, já me sinto cansado de tudo aquilo.

Enfim, Kingdom Hearts até agora não me decepcionou nem um pouco. Ouvi de um amigo - que me spoilou afuuuu um monte de coisas da série - que jogou os três "mais mais" da série (o 1, o Chain of Memories e o 2) que o 1 é o melhor e que depois só decai, tendo sito o Chain of Memories o pior disparado, mas ainda prefiro pagar pra ver. Tive a impressão de que os estilos de jogos dos quais ele gosta são bem próximos dos meus, mas ainda prefiro ter a experiência de ter jogado os jogos. Se eu não gostar, ao menos vejo os videos no youtube: essa lista de reprodução tem a história inteira =D. Se o caro leitor sabe que não vai querer jogar o jogo, ao menos pode assistir pra ver o que que é que acha.

Novamente, enfim, estou ansioso. Não vejo a hora de terminarem as aulas. Ao menos, além de terminar o KH, quero jogar um outro jogo da franquia, pra poder no mínimo dizer que terminei um outro jogo da série durante as férias. Também quero jogar uns Megaman de NES: muito provavelmente o 2 e o 3, que são aqueles que todo mundo sempre me indicou - e no 3 tem a música do Protoman \o/ \o/ =D

Bom... eras isso...

Comenta alguém aí, pra eu não achar que sou o único que lê o que escrevo D=

R$

Nenhum comentário:

Postar um comentário